Tendências

As flores naturais no cabelo são opções exclusivas que dão um toque de meiguice e simplicidade ao penteado e podem servir para várias ocasiões especiais. As flores são muito usadas em casamento e eventos diurnos, abaixo segue uma seleção com opções que podem ser feitas para deixar o penteado mais fino e elegante:









Opções artificiais também podem
ser usadas e ficam bastante elegante.

Em terra de rei o que imperou foi o chapeu Fascinator eles foram os verdadeiros protagonistas do casamento real. As madeixas ficaram escondidas debaixo dos chapéus, chapeuzinhos e chapelões usados de maneira adequada ou não, ficou impossível não comentar alguns exageros como os desfilados pelas princesas Beatrice e Eugenie filhas do príncipe Andrew. É de Philip Tracy o trofeu de estlista criador da maioria dos modelos desfilados no casório, infelizmente na nossa cultura tupiniquim não temos o hábito se usar chapéus em eventos solenes mesmo assim, é sempre bom saber que tipo de chapéu combina com cada rosto e claro, a hora certa de usar o acessório enfim. Logo mais abaixo segue dicas que o portal terra.moda disponibiliza como escolher o modelo certo pelo formato da cabeça etc e logo aqui abaixo está uma seleção dos looks que mais chamaram minha atenção e o troféu de melhor alegoria carnavalesca para as princesinhas, sem dúvida.

Essas duas princesinhas foram as personagens má do conto de fadas,
mesmo o chapéu sendo um Valentino não deu certo.

Vitória B. esteve discreta o tempo inteiro. Li que ela mesma desenhou seu sapato
com Louboutin  especialmente para o casamento.
Algumas dicas:

(*) Rostos graúdos e corpo pesado não combinam com chapeuzinhos pequenos, gorros e boinas apertados. Caras miúdas somem se o acessório é muito vistoso. Para um perfeito equilíbrio, bom senso e a prova em frente do espelho são a melhor receita para o chapéu ideal.

(*) Não tente combinar o chapéu com a roupa. Vai parecer figurino da Rainha da Inglaterra. Eles funcionam melhor como ponto de contraste nas cores ou texturas com o que se veste. Para uma ocasião elegante é importante provar a roupa com o chapéu para sentir o efeito total.

(*) Contraste também com o formato de rosto: formas arredondadas suavizam traços angulosos e os modelos geométricos favorecem o rosto redondo.

(*) Esqueça os chapéus glamourosos de Joan Collins em "Dinasty". Os anos dourados acabaram. Quanto mais casual o chapéu, melhor o efeito. Nada que pareça ter levado uma hora na frente do espelho, mesmo que este tempo tenha sido gasto. Simplicidade é o recado.

(*) A melhor cor vai depender de cada pessoa. Para quem não quer o chapéu como destaque, a cor próxima do tom do cabelo, chama menos atenção e combina com todas as roupas. Os neutros também garantem menos notoriedade.

(*) Chapéus com abas ficam melhor em cabelos curtos, médios ou presos. Modelagens sem aba como as boinas e bonés podem ser usados com cabelos longos e soltos.

Conheça todos os tipos de chapéus AQUI

Créditos: Terra Moda, PortalR7, BBCBrasil

Mais um pouquinho:

Não curti o look de Natalie Portman, apesar da melhor atriz da noite, estar radiante. Com os cabelos presos em uma lateral e soltos em outra, ela transpirou glamour e ao mesmo tempo desleixo. Essa opção disfarçou seu rosto mais arredondado por conta da gravidez. Na parte dos fios que estava solta, muitas ondas marcadas estilo "divas de Hollywood". Amy Adams também apostou nas ondas e ficou poluído visualmente. Virou um mulherão com seus fios alaranjados à la Rita Hayworth.


Os coques, como em toda festa do cinema internacional, reinaram na premiação. Sandra Bullock, a modelo Camila Alves, mulher de Matthew McConaughey, e a atriz Hilary Swank estavam bacanas com seus coques. As três recorreram ao coque com fios impecavelmente esticados. Resultado? Rostos mais finos e sofisticação absoluta.


Minha seleção dos melhores penteados:
Clique para ampliar imagem














Seleção dos piores cabelos:

Visuais da temporada outono-inverno

O hairstylist português Samuel Rocher já visa os visuais da temporada outono-inverno. Assim, Fall/Winter é apresentada ao público com boas propostas de cabelos masculinos e femininos, todos com um certo compromisso formal. Nos looks masculinos, uma das propostas tem os fios todos projetados para a frente, no estilo do cantor Justin Bieber e com uma coloração loiro dourado. Há ainda um corte mais tradicional, com os cabelos penteados de lado, um modelo cultuado por homens nas décadas de 1960 e 1970. O elemento moderno fica por conta dos fios caídos na parte frontal, um contraposto à época, onde o gel ou a brilhantina eram usados em fartas doses para não deixar o menor resquício de imperfeição.



Resgate da década de 1920 nos clássicos femininosPara as mulheres, a maioria das propostas também são curtas. Dois dos cortes são inspirados em Louise Brooks, musa do cinema nos anos 1920, mas com mais volume, algum desfiado lateral e uma certa rebeldia. Há outro com a nuca descoberta, mas com madeixas alongadas em toda a extensão, todo em tom marrom, bem sóbrio e adequado a mulheres corporativas. O único corte longo é um cujos cabelos são bem escuros e divididos na parte frontal, retos até pouco abaixo dos olhos e depois bastante trabalhados no volume em seu caimento. 






Fonte: bsg

Nenhum comentário:

Postar um comentário